São João da FUNDAJ

A festa

O São João na Rede da Fundaj será uma grande festa de São João virtual, como exigem as circunstâncias diante da pandemia de Covid-19. Mas não por ser virtual que ela terá menos alegria, será menos vibrante ou menos contagiante. A Fundação Joaquim Nabuco celebrará a maior festa popular nordestina com muitas brincadeiras infantis, cinema, tradições, gastronomia e música, e ainda fará uma justíssima homenagem a um dos maiores artistas populares pernambucanos, J. Borges, xilogravador e poeta que fez do cotidiano do sertanejo assunto principal de sua arte. Com uma programação de seis horas, a festa será realizada no dia 23 de junho, através das redes sociais da instituição. 

“Vamos levar o São João, essa festa tão tradicional do Nordeste, para a casa das pessoas. Estejam onde estiverem, poderão vivenciar o período junino e conhecer o acervo da Fundaj sobre o tema”, diz Antônio Campos, presidente da instituição, lembrando que a vasta programação da festa contará com oficinas, reflexões, exibição de filmes e shows, tudo isso com a presença de folcloristas, historiadores e artistas. “Estamos, em meio à pandemia, trabalhando para manter viva a cultura, além de colaborar com pesquisas sobre o impacto do vírus e com cursos a distância”, continua, chamando atenção para o homenageado J.Borges. Segundo Campos, ao homenageá-lo, a Fundaj homenageia todos os que vivem de sua arte, valorizando o Nordeste e sua arte popular.

“É um desafio promover um São João virtual. As festas juninas comemoram o nascimento do precursor de Jesus Cristo e estão entre as heranças ibéricas mais evidentes da nossa cultura”, diz o jornalista Mário Hélio, diretor de Memória, Cultura, Educação e Arte da Fundaj, que abrirá, às 15h, a transmissão ao lado de Antônio Campos.